13/07/2010

Fácil é julgar

Fácil julgar os outros.
Basta um pensamento, e um dedo imaginário se levanta contra alguém. Principalmente quando não há réus nem testemunhas presentes.

Ouvir pra que?
O negócio é ser eficiente, condenar e não perder tempo. Ouvir as duas partes não há necessidade, você sabe tudo.

O direito de julgar parte da arrogância. Sentimos superiores e portanto da o direito de julgar. Você pode tudo, porque você é o certo. Você não erra, por isso pode julgar. Mas julgar não é bem o termo que quero usar aqui. Acho que condenar é mais a palavra certa.

Porque muitos sentem-se superiores e no direito de apontar erros?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Badge